Estrambólicos

Esta semana o Monstrinho & o Maninho andam entretidos com  Estrambólicos, um livro da autoria de José Jorge Letria e ilustrações de André Letria.

image

O Homem-árvore, assim batizado pelo Maninho do Mostrinho, é quem faz as honras e nos convida a abrir o livro; lá dentro lê-se “Estrambólico é uma criatura estranha e reservada (…) só se encontra em locais escondidos e inacessíveis, como uma gruta gelada na Antartida (…), ou o interior… das nossas cabeças.”

Cada um, Monstrinho & Maninho, lê à sua maneira e faz as combinações que mais lhe apetece e mais gozo lhe dá:

O Monstrinho combina, descombina e lê com a doçura de quem ainda tem muito para descobrir no mundo mágico das palavras.

O Maninho é mais relaxado e num jogo de constante trocas e baldrocas pára quando estes estranhos seres lhe apelam à memória…

“Olha, parece um crocodilo com bico de papagaio e pés de vassoura! Ah, ah, ah, que fofinho!”

Os 16 Estrambólicos que se dividem em 3 e que combinam entre si, as pequenas descrições em verso e as alegres ilustrações divertidas são ideais para viajar pelo mundo da linguagem expressiva e poética, do lúdico e deixar o Estranho habitar no nosso imaginário.

Estrambólicos é um livro completo!

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under lúdico

Novas Leituras

Extra, extra, o Monstrinho voltou!!!

e trouxe duas grandes novidades: a primeira foi o nascimento de um Monstrinho-Maninho. Este milagre da vida veio alterar algumas rotinas; trouxe mais tarefas para realizar; mais horários para cumprir e muito sono para recuperar. Mas engana-se quem pensa que o Monstrinho parou de ler-ouvir. O nosso pequeno leitor não só não o deixou de fazer como também entrou para a escola, a segunda e gigante novidade! Letra a letra, sílaba a sílaba o Monstrinho descobriu um mundo novo! Lê as suas histórias favoritas, lê as legendas dos filmes, lê publicidade de rua, as ementas dos restaurante, as indicações nas estradas e muito mais. Anda tão entusiasmado que, sem dar conta, incutiu o bichinho da leitura no Monstrinho-Maninho; este pequenote também quer ler-ouvir e contar histórias. Agora a leitura dá-se em qualquer momento e lugar mas a hora sagrada é quando a lua chega! Não se mergulha no mundo dos sonhos sem a presença dois livros, sim dois, um para o Monstrinho e outro para o Monstrinho Maninho!

Aqui fica alguma da literatura infantil que os Monstrinhos de casa devoram!

novas leituras

 

Deixe um comentário

Filed under Natal

catarina e o urso

Com o início do ano letivo voltou o monstrinho à carga semanal das idas à biblioteca.

Desta vez escolheu um livro sobre dois amigos que embarcam mundo fora numa aventura repleta de traquinices bem ao gosto do monstrinho e fez a ficha de leitura e a ilustração da sua parte preferida do livro:

texto: Dora Isabel Balatim ilustração: Christiane Pieper

 

IMG_6297 IMG_6302

 

ficha de leitura.ilustração

Deixe um comentário

Filed under Amizade

O mapa dos sorrisos

O Dia internacional do Livro infantil já passou à muito tempo e a mãe do Mosntrinho ainda não tinha tido tempo para partilhar convosco a história, simples e carinhosa , que o Monstrinho inventou.  Ora aqui está ela 🙂

capa

O Mapa dos Sorrisos

dedicatória

Para os meninos e meninas da sala 4

pag1

Era uma vez um menino chamado Daniel que encontou uma caixa na sua casa.

pag2

Quando abriu a caixa o menino Daniel encontrou um mapa.

pag3

O mapa estava pintado com muitas cores.

pag4

O menino Daniel mostrou à mãe o mapa que tinha encontrado e que parecia um arco-íris.

pag.5

Mas este mapa não era um arco-íris, mas sim um mapa dos sorrisos e das coisas felizes!

pag6

Quando a família estava triste, bastava olhar para o mapa e ficar muito feliz outra vez!

pag7

E assim acaba a história com um sorriso na memória!

pag8

O sorriso é o melhor que há!

Deixe um comentário

Filed under histórias do Monstrinho

Plant a Kiss

O dia de São Valentim está a chegar! O Monstrinho também tem direito a viver este dia. Não tem namorada e sinceramente não pensa sobre isso, mas diz que o amor é muito importante. À semelhança do ano passado, vamos ler  a história

plant-a-kiss

texto: Amy Krouse Rosenthal
ilustração: Peter H. Reynolds

Esta história fala sobre o poder do amor: um gesto simples de carinho e até certo ponto tonto (pois onde é que já se viu plantar beijos?) que dá lugar a um enorme gesto de partilha e de amor puro! É uma história de uma simplicidade brutal ao nível do texto e das ilustrações. Um fundo branco e traços simples mas expressivos reflectem a natureza minimalista das páginas com apenas uma palavra ou uma frase. É sem dúvida uma GRANDE história pequena que merece ser divulgada. Dêem uma espreitadela no trailer abaixo.

No ano transacto o Monstrinho não manifestou grande interesse.  😦  Ouviu a história com atenção e no final nada… nem um comentário. Apenas quis folhear e tactear as páginas que tinham brilhantes. Este ano vamos reler a história e esperar que desta vez o Monstrinho queira semear beijos, beijinhos e abraços por todo o lado!

Deixe um comentário

12 de Fevereiro de 2014 · 2:16 pm

As Preocupações do Billy

Ontem o Monstrinho trouxe consigo da escolinha um saquinho especial . Feito de papel manteiga, o saquinho tinha de um lado um carinha tristinha e do outro um texto.

É a história do Billy, Mamã.

É um menino que está sempre preocupado.

Monstrinho_preocupações

Billy  e a sua história espelham uma das fases pelas quais os Monstrinhos passam: a fase dos medos;  medo do escuro, medo de estar sozinho, medo de cães, medo de  estranhos, medo de barulhos…  medos difíceis de explicar e de entender. Alguns rodeiam os Monstrinhos de dia e outros chegam só à noite, mesmo antes de dormir. E assim o é com As Preocupações de  Billy.

as preocupacoes do billy

Esta história fantástica conta como o menino preocupado encontra uma solução para os seus medos: os bonecos das preocupações. O texto é simples e está envolto em mistério. As ilustrações têm um papel essencial já que sem elas a história não seria totalmente percetível; elas transmitem os diferentes estados emotivos de Billy e ainda o momento em que as suas preocupações o assombram; os tons cinzentos adensam a intriga, mas por outro lado as cores garridas dos bonecos apaziguam-na e transmitem segurança!

Aqui fica a história, que merece mesmo ser lida e ouvida, e o do boneco da preocupação que o Monstrinho trouxe no saquinho especial.

boneco da preocupação oferecido pela educadora Elsa

boneco da preocupação oferecido pela educadora Elsa

O Billy costumava andar um pouco preocupado. Preocupava-se com muitas coisas…
Ele preocupava-se com chapéus, e preocupava-se com sapatos.
O Billy preocupava-se com nuvens, e chuva, e pássaros gigantes.
O seu pai tentava ajudar. “Não te preocupes, rapaz,” disse ele. “Nenhuma dessas coisas pode acontecer. É só a tua imaginação.”
A sua mãe tentava também. “Não te preocupes, querido,” dizia ela. “nós não deixaremos que nada te magoe.”
Mas Billy continuava preocupado. A sua maior preocupação era ficar em casa de outras pessoas. Uma noite ele teve que ficar com a avó. Mas o Billy não conseguiu dormir. Ele estava muito preocupado. O Billy sentiu-se um pouco idiota, mas por fim levantou-se e foi contar à avó.
“Que grande imaginação, querido,” disse ela. “Quando eu tinha a tua idade eu também me preocupava assim. Eu tenho a coisa certa para ti.”
Ela foi ao quarto e voltou segurando qualquer coisa. “Estes são os bonecos das preocupações,” explicou ela. “Diz a cada um deles uma das tuas preocupações e põe-os debaixo da almofada. Eles preocupam-se por ti enquanto dormes.”
O Billy contou todas as suas preocupações aos bonecos das preocupações. E dormiu como um anjo.
Na manhã seguinte o Billy foi para casa. Nessa noite ele contou novamente todas as suas preocupações aos bonecos. Ele dormiu como uma pedra.
Na noite seguinte o Billy dormiu bem e na noite depois dessa.
Mas na noite a seguir o Billy começou a preocupar-se.
Ele não conseguia parar de pensar nos bonecos. Todas aquelas preocupações que ele lhes tinha dado… Não lhe parecia justo.
No dia seguinte o Billy teve uma ideia. Ele passou o dia a trabalhar na mesa da cozinha. Era um trabalho difícil e a princípio ele fez muitas asneiras e teve que recomeçar muitas vezes.
Mas por fim o Billy produziu algo especial… alguns bonecos das preocupações para os bonecos das preocupações!
Nessa noite TODOS dormiram bem, o Billy e todos os bonecos das preocupações.
E depois disso, o Billy nunca mais se preocupou muito.
Nem os seus amigos… O Billy tinha feito bonecos das preocupações para TODOS eles.»

Deixe um comentário

Filed under Natal

Não é justo

Esta semana o Monstrinho trouxe para casa um livro com personagens bem conhecidas do mundo da infantil:

A Rua Sésamo chegou a Portugal em 1987, quase vinte anos depois da ter iniciado nos EUA, e não passa mais nas televisões portuguesas. O Monstrinho trouxe o livro, não por conhecer os amiguinhos da famosa rua, mas porque engraçou com eles, o que demonstra que esta série é intemporal.

Este livro, inserido na coleção Começar a ler com a Rua Sésamo, conta como dois amigos, o Egas e o Becas, decidem fazer limonada e vendê-la. No entanto há algo que não corre segundo o planeado e um dos amigos fica magoado. A história é pois perfeita para se trabalhar valores morais como a amizade e o respeito. Num mundo desumano e de princípios pervertidos nunca é demais sensibilizar os Monstrinhos para a importância dos mesmos na construção da identidade individual e coletiva.

Depois de ouvir a história e de refletir sobre a mesma, o Monstrinho exprimiu-se assim:

Gostei que o Becas ficasse feliz porque o Egas deu-lhe uma prenda e pediu-lhe desculpa por se ter esquecido que o Becas foi quem trabalhou.

7

Deixe um comentário

Filed under cidadania

Pigasso e Mootisse

Ainda no âmbito da arte deixamos aqui uma história, que ainda não faz parte da biblioteca do Monstrinho, mas que o fará brevemente. É a história da amizade/rivalidade entre dois génios da pintura: Picasso e Matisse.

Está escrita em Inglês e não conheço versão em Português, mesmo assim vale mesmo, mesmo a pena ler e contar. O título da obra é originalíssimo e faz um jogo com as palavras com os nomes dos pintores e os animais escolhidos para os  ilustrarem; na língua de Camões seria qualquer coisa como “Quando Porcasso conheceu Muutisse”. É uma verdadeira delícia esta história.

 Se clicarem na capa do livro terão acesso à história contada pelo ator Eric Close. Boa hora do conto!

 whenpigasso

Deixe um comentário

Filed under arte

O Macaco Que Ficou Sem Rabo

Este fim de semana voltámos a uma história muito querida do Monstrinho:

Texto: Luísa Ducla Soares
Ilustrações: Raquel Pinheiro

 

É a história de um macaco que queria ser como os meninos e ir à escola, mas como tinha um rabo foi motivo de risota e por isso resolveu cortá-lo. Depois seguem-se as peripécias do macaco que queria o rabo de volta…

Esta obra é mais uma versão da história tradicional do macaco de rabo cortado que eu, Mamã do Monstrinho,  lia na contra-capa dos cadernos da escola  primária, assim se chamava o 1º Ciclo do Ensino Básico na altura. Uma história engraçada que ficou registada na minha memória e que não quis deixar de dar  a conhecer ao Monstrinho.

Esta versão da Luísa Ducla Soares é em verso e por isso fica no ouvido e dá gosto ler/ouvir vezes sem conta; que o diga o Mosntrinho que quando termina uma leitura pede para a história ser lida novamente. As ilustrações grandes e coloridas contam igualmente a história e tornam-na apelativa e acessível aos olhos dos mais pequenos leitores.

O Monstrinho, tantas vezes apelidado de Macaquinho, já sabe algumas partes da história, nomeadamente o final, que aqui transcrevo para vos aguçar o apetite:

Eu do rabo fiz navalha,

Da navalha fiz sardinha,

Da sardinha fiz farinha,

Da farinha fiz menina,

Da menina fiz camisa,

Da camisa fiz viola,

Frum, fum, fum,

Que vou para Angola.

Mas as macaquices não se acabam por aqui, o livro traz ainda lengalengas com macacos da tradição popular, como por exemplo esta, a preferida do Mosntrinho:

O macaco foi à feira,

Não sabia o que comprar,

Comprou lá uma cadeira

Para a tia se sentar.

A cadeira escorregou,

A tia se esborrachou.

Deixe um comentário

Filed under Natal

Picasso

O Monstrinho trouxe trabalhos para casa da escolinha: pesquisar sobre Pablo Picasso.

Primeiro fomos à internet para conhecermos o pintor.

Pablo-Picasso-9440021-1-402

Pablo Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno María de los Remedios Cipriano de la Santísima Trinidad Ruiz y Picasso

O Monstrinho ficou a saber que Picasso nasceu em Espanha, morreu em França e que tinha 14 nomes!!!

Depois consultámos um livro de arte oferecido ao Monstrinho:

olhar a pintura PT700

Este livro que  aborda a pintura ao longo dos séculos é “um livro de arte para saborear em família . Abrimos, procurámos Picasso e lá estava ele, no século XX, a representar o Cubismo com a obra Mães s e filhos a brincar. O Monstrinho pode contemplar o quadro, suas cores e exprimir as suas impressões.b

Estas pessoas são esquisitas, Mamã. Não são iguais a nós. 

São verdes e os corpos são triângulos.

Depois de explicado o porquê dos corpos e cores diferentes seguimos as dicas que constavam no livro e o Monstrinho descobriu pormenores como, por exemplo, uma criança que está a andar de bicicleta.

De volta à net pesquisámos a pomba da paz e ainda  Guernica. O Monstrinho contou o que aprendeu na escolinha sobre a pomba e a Mamã contou um pouco sobre o famoso quadro.

Deixe um comentário

Filed under arte